Sentir-se bem consigo mesmo também passa pela aparência e harmonia do seu sorriso, não é mesmo? Pensando nisso, a resposta para a pergunta é: Tem jeito sim!

Você que se sente incomodado (a) com o excesso de gengiva que é exposto ao sorrir, fique tranquilo, pois, existem vários tratamentos que corrigem o sorriso gengival.

Confira nesse artigo especial sobre o tema, quais são eles e como poderão ajudá-los (as) a recuperar a autoestima e confiança e voltar a sorrir.

 

COMO SABER SE TENHO SORRISO GENGIVAL?

 

Primeiramente, é preciso afirmar que o sorriso gengival só é diagnosticado por um profissional, quando há mais de 3 milímetros de exposição. Esta imperfeição causa um desequilíbrio na harmonia do sorriso, afetando as arcadas superiores e inferiores e consequentemente a vontade de sorrir.

 

QUAIS AS CAUSAS?

 

As causas estão ligadas principalmente à fatores genéticos. Porém, é preciso tomar cuidado, pois também pode ser causado por hipertrofia gengival. Esta proveniente do uso de aparelho ortodôntico e algumas medicações antiepiléticas, imunossupressoras (medicamentos, usados para evitar a rejeição do órgão transplantado) e bloqueadoras de canais de cálcio.

A busca  pela solução do sorriso gengival é uma questão também de saúde bucal. Isso porque este tipo de imperfeição pode acarretar problemas bucais como infecções e inflamações no local, consequência do ressecamento causado pela exposição excessiva. Lembrando que, quanto mais seca estiver a boca, melhor para as bactérias se proliferarem. Por isso, beba água.

 

QUAIS OS TRATAMENTOS?

 

A exposição da gengiva em si não apresenta graves riscos à saúde física, porém afeta diretamente a autoestima e a qualidade de vida dos pacientes. Felizmente, há vários tratamentos que podem devolver a alegria de sorrir ao paciente. São eles:

 

  • Aplicação de toxina botulínica: é o tratamento menos invasivo, mas com resultados surpreendentes. Trata-se apenas de aplicação de toxina botulínica na região dos lábios, para que ele cubra o excesso de gengiva com a paralisia da musculatura. Isso ajuda o paciente a não conseguir mais erguer tanto o lábio superior, consequentemente, reduzindo a quantidade de gengiva exposta. Mesmo com resultados satisfatórios, é necessária uma manutenção semestral.

 

  • Gengivectomia: é uma cirurgia simples, que pode durar até uma hora. Ela consiste em retirar o excesso de tecido da gengiva através do uso do bisturi ou do laser. Parece desconfortável, mas o paciente não sente nada, pois é aplicada anestesia local. O resultado é incrível e a solução é para sempre.

 

  • Gengivoplastia: trata-se de uma cirurgia plástica que busca corrigir apenas as questões estéticas causadas pelo sorriso gengival. Busca-se a remodelação da gengiva, com a retirada do excesso de tecido. A recuperação é rápida e os resultados são maravilhosos!

 

Acha que tem sorriso gengival e sofre com isso? Agende uma consulta e tire de vez essa dúvida da sua cabeça! A Go Odontologia  está pronta para oferecer esta e outras soluções para que esteja em dia com sua saúde bucal e com você mesmo(a). Quer saber mais sobre toxina botulínica? Confira este artigo e deixe sua opinião.

Marque uma consulta
Marque uma consulta via WhatsApp